MENU

quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013

OLHAR DE ESPERANÇA PARA NOSSAS JUVENTUDES

 O ano de 2013 vai ser centrado no jovem, que é envolvente e vai atingir diretamente os jovens. É também o ano da Jornada Mundial da Juventude. Estes dois eventos mexem com os jovens do mundo inteiro.
 A Jornada Mundial da Juventude (JMJ) é para milhões, mas os jovens das nossas Paróquias terão uma participação direta muito pequena. Por isto estamos insistindo na ‘‘Semana Missionária’’ de preparação para a JMJ, pois com esta poderemos atingir muitos jovens.
A Campanha da Fraternidade 2013 cujo tema: ‘‘FRATERNIDADE E JUVENTUDE’’ e o lema: ‘‘EIS-ME AQUI, ENVIA-ME’’ (Is 6, 8), instituída como itinerário de conversão pessoal, comunitário e social e teve seu tema e lema aprovados pela CNBB.
 A Igreja, durante o tempo quaresmal, apresenta a Campanha da Fraternidade, tendo como objetivo geral: ‘‘Acolher os jovens no contexto de mudança de época, propiciando caminhos para seu protagonismo no seguimento de Jesus Cristo, na vivência eclesial e na construção de uma sociedade fraterna fundamentada na cultura da vida, da justiça e da paz.’’
A Campanha da Fraternidade tem os seguintes objetivos específicos:

1 - ‘‘Propiciar aos jovens um encontro pessoal com Jesus cristo a fim de contribuir para sua vocação de discípulo missionário e para a elaboração de seu projeto pessoal de vida;
2 - Possibilitar aos jovens uma participação ativa na comunidade eclesial, que lhes seja apoio e sustento em sua caminhada, para que eles possam contribuir com seus dons e talentos.
3 - Sensibilizar os jovens para serem, agentes transformadores da sociedade, protagonistas da civilização do amor e do bem comum.’’

 Atualmente a vida acadêmica, o engajamento no mercado de trabalho e as demais circunstancias da vida de nossa juventude terminam por fazer com que tempo algum seja dedicado  a estar em família, ao diálogo com familiares. A família, conforme nos afirmou o Papa paulo VI, é a ‘‘Igreja do Lar’’. Dessa maneira, é preciso que a nossa juventude seja a protagonista de um resgate da família, pois vivê-la e manifestar assim sua essência e sua importância é um concreto testemunho cristão.
 Que a Juventude abra as portas a Cristo, assuma o protagonismo que o Ano da Fé lhe confia e encontra a vida verdadeira e a felicidade sem fim!
 Que os jovens de nossa Diocese de Ituiutaba procurem viver intensamente esse ideal.
 
DOM FRANCISCO CARLOS DA SILVA
Bispo Diocesano

Nenhum comentário:

Postar um comentário